Domingo, 22 de Outobro de 2017
DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO PARA O MERCADO DO LUXO
EMPRESA AFILIADA A
Claudio Diniz   |   Notícias   |   Fotos   |   Vídeos   |   Artigos   |   Contato
 
/Notícias
31 AGO
2017
Os turistas chineses estão cada vez mais sofisticados

De acordo com o relatório realizado pelas empresas, China Luxury Advisors e Fung Global Retail & Technology (FGRT), o comportamento de compra dos chineses no exterior mudou drasticamente nos últimos cinco anos.

Os maiores consumidores do mundo, os chineses, estão viajando cada vez mais e gastando muito dinheiro em lojas do mundo todo. Mas, agora estão agora prestando mais atenção aos seus gastos e, além das compras, estão buscando experiências personalizadas, de estilo de vida e culturais.

Para 2017, as despesas dos turistas chineses são estimadas em 315 bilhões de dólares (264 bilhões de euros), transformando-os nos maiores compradores do mundo. Em 2021, eles serão cerca de 192 milhões e suas despesas totais no exterior serão de 419 bilhões de dólares (351 bilhões de euros).

Apesar de ainda viajarem muito em grupos, os chineses estão viajando cada vez mais com a família e se organizam individualmente “para desfrutar de uma experiência mais personalizada”. Eles vêm cada vez mais de cidades secundárias, o novo motor desse turismo. De acordo com a pesquisa realizada pela China Luxury Advisors e Fung Global Retail & Technology, eles gastaram em média cerca de 2.449 dólares (2.061 euros) ao longo dos 12 meses, 10% a mais do que os chineses das cidades principais.



Segundo o relatório, “eles já viajam tanto quanto seus homólogos das cidades principais, indo além de suas fronteiras, em média, quase duas vezes por ano. Apesar de sua renda média baixa, eles gastam mais no exterior. Este grupo tem uma tendência em planejar compras com antecedência e viajar com amigos ou familiares”.

As marcas de luxo devem, portanto, levar esses novos comportamentos em consideração, diversificando sua oferta e seus serviços, tornando suas lojas acolhedoras para as famílias. Cuidar das necessidades de adultos e crianças pode ajudar a atrair esses clientes, observa o estudo.

Segundo Jessica Zhou, da agência de viagens The Bright Future Travel, “há uma forte demanda por parte de grupos familiares. A maioria deles tendem a repetir suas viagens e estão dispostos a gastar mais para ter uma experiência melhor “.

De acordo com a pesquisa realizada pelas duas empresas, “a maioria dos turistas chineses esperam que os serviços melhorem sua experiência de compra. Eles querem encontrar funcionários que falem seu idioma, querem pagar com cartões de crédito chineses via Union Pay e se beneficiar dos serviços de reembolso de impostos no local”.

E o estudo aconselha as marcas a formarem parcerias com as principais atrações turísticas e restaurantes, lembrando que “a gastronomia e a restauração são elementos-chave para atrair os turistas chineses”.



O Japão é o destino mais popular entre os turistas chineses, seguido de Hong Kong (35%) e da Coréia do Sul (27%). 55% dos turistas que estiveram no Japão nos últimos 12 meses são provenientes da China.

O país do Sol Nascente inseriu a Coréia do Sul no coração dos chineses (que continua sendo o terceiro destino preferido), graças à sua proximidade geográfica, o aumento do número de vôos diretos entre os dois países e, sobretudo, à restrição das condições para a obtenção de visto.

Como indica o estudo, “as políticas de vistos continuam sendo um elemento essencial na escolha do destino de viagem para 82% dos entrevistados. Em janeiro de 2015, por exemplo, o Japão reduziu a renda mínima para cidadãos chineses que procuram vistos de entrada múltipla. E o número de vistos emitidos desde então foi multiplicado por 2,9”.

Da mesma forma, as flutuações das taxas de câmbio são decisivas na escolha do destino, assim a segurança, que é considerado um fator fundamental para 96% dos entrevistados.



Outro ponto interessante, a maioria dos entrevistados (98%) usam smartphones para se comunicar e fazer compras quando viajam. O celular é, portanto, um ponto de contato efetivo para conquistar esses clientes.

O relatório sugere que as marcas invistam nas redes sociais certas para atingir os turistas chineses, e forneçam conexões Wi-Fi gratuitas, um dos serviços mais procurados e apreciados por esses consumidores.



Cadastre-se abaixo:


Nome:
E-mail:
Cargo:
Cidade:
Empresa:
UF:

21/11/2017 São Paulo - SP
Curso Como Funciona o Mercado do Luxo no Brasil com visita a 3 Marcas de Luxo
   R$ 1100.00 Mais Informações
29/11/2017 Rio de Janeiro - RJ
Curso Como Funciona o Mercado do Luxo no Brasil com visita a 3 Marcas de Luxo
   R$ 1100.00 Mais Informações
01/12/2017 Curitiba - PR
Curso Como Funciona o Mercado do Luxo no Brasil
   R$ 900.00 Mais Informações
14/05/2018 Rio de Janeiro - RJ
Luxury Brand Management
   R$ Mais Informações
16/05/2018 São Paulo - SP
Luxury Brand Management
   R$ Mais Informações
 
@maisonduluxebrasil
MAISON DU LUXE EVENTOS LTDA
CNPJ 13.511.231/0001-01
Rio de Janeiro - RJ
 
FALE CONOSCO
(021) 4141-5903
info@maisonduluxe.com.br
 
EMPRESA AFILIADA A
@maisonduluxebrasil
@maisonduluxebrasil

© 2017 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por EXPECT Marketing Premium