Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018
DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO PARA O MERCADO DO LUXO
EMPRESA AFILIADA A
Claudio Diniz   |   Notícias   |   Fotos   |   Vídeos   |   Artigos   |   Contato
 
/Notícias
05 JUN
2018
Novo hotel de luxo na órbita da Terra terá diária de US$ 792.000

Empresa americana Orion Span planeja lançar estação modular no fim de 2021 e receber primeiros hóspedes em 2022.

A bordo da Estação Espacial Internacional, a vida de um astronauta normalmente consiste em trabalhar, se exercitar, descansar e repetir tudo isso. Mas e se suas chances de atender aos requisitos para ser um astronauta da NASA forem, para dizer o mínimo, ínfimas?

Então talvez a Aurora Station, anunciado como o “primeiro hotel de luxo no espaço”, seja para você. A Orion Span, com sede em Houston, planeja lançar essa estação modular no fim de 2021 e receber seus primeiros hóspedes no ano seguinte, com dois membros da tripulação para acompanhar cada excursão. A plataforma orbitaria a uns 320 quilômetros sobre a Terra e ofereceria aos hóspedes 384 amanheceres e entardeceres enquanto dá uma volta ao redor do planeta, durante 12 dias, a velocidades incrivelmente altas.

Antigamente, algo assim com certeza seria coisa de ficção. Hoje, na era da SpaceX, da BlueOrigin e da Virgin Galactic, a ideia de que uma empresa privada lance um hotel em órbita soa quase banal.

“Queremos levar as pessoas para o espaço porque ele é a última fronteira para nossa civilização”, disse o fundador e CEO da Orion Span, Frank Bunger, ex-engenheiro de software. Contudo, a oferta da Orion Span não será para todos. O lançamento e o retorno não são aptos para cardíacos.

“Não estamos vendendo uma versão espacial de um passeio pela praia”, disse Bunger. “Vendemos a experiência de ser astronauta. É provável que muita gente esteja disposta a pagar para ter essa experiência.”

Além das limitações físicas para embarcar, existem também limitações fiscais. A hospedagem de 12 dias custa a partir de US$ 9,5 milhões por pessoa, uns US$ 791.666 por noite. A Aurora Station foi planejada como um módulo de 10,6 por 4,26 metros, o volume aproximado do interior de um avião privado Gulfstream G550, segundo Bunger. A estação alojaria até quatro hóspedes, além dos dois tripulantes. A empresa exige um depósito de US$ 80.000, que é completamente reembolsável, e começou a aceitar pagamentos na quinta-feira.

A Orion Span está avaliando possíveis fontes de financiamento para que o projeto decole, mas preferiu não revelar quanto pretende captar para o projeto, disse uma porta-voz. Empreendimentos comerciais desse tipo se tornaram mais comuns nos últimos dez anos, estimulados pela queda dos custos de lançamento e por um fluxo de capital de risco. Desde 2015, as startups espaciais atraíram investimentos por US$ 7,9 bilhões, segundo a Bryce Space & Technology, uma consultoria.

Mas o novo mundo dos voos espaciais comerciais ainda não levou nenhum ser humano ao espaço, muito menos um civil, nem o deixou lá duas semanas. Antes do lançamento, os passageiros da Aurora Station teriam três meses de treinamento, começando com cursos on-line para entender “os fundamentos básicos dos voos espaciais, a mecânica orbital e os ambientes pressurizados no espaço”. Os hóspedes do hotel também terão que fazer exercícios em sistemas de espaçonaves e treinamento de contingência nas instalações da empresa em Houston.

Nada foi dito ainda sobre o minibar nem sobre o serviço de faxina.

Fonte: Exame



Cadastre-se abaixo:


Nome:
E-mail:
Cargo:
Cidade:
Empresa:
UF:

22/08/2018 Rio de Janeiro - RJ
Curso Como Funciona o Mercado do Luxo no Brasil com visita a 3 Marcas de Luxo
   R$ 1100.00 Mais Informações
29/08/2018 São Paulo - SP
Curso Como Funciona o Mercado do Luxo no Brasil com visita a 3 Marcas de Luxo
   R$ 1100.00 Mais Informações
 
@maisonduluxebrasil
MAISON DU LUXE EVENTOS LTDA
CNPJ 13.511.231/0001-01
Rio de Janeiro - RJ
 
FALE CONOSCO
(021) 4141-5903
maisonduluxe@mail.com
 
EMPRESA AFILIADA A
@maisonduluxebrasil
@maisonduluxebrasil

© 2018 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por EXPECT